Ministério da Economia

Formada comissão do segundo edital de Concurso Ministério da Economia

17/09/2020 00h42 - Atualizado em 17/09/2020 12h20

Facebook - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html Twitter - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html Google Plus - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html
Facebook - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html Twitter - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html Google Plus - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html Whatsapp - https://www.concursos.com.br/concurso-previsto/ministerio-da-economia/formada-comissao-do-segundo-edital-de-concurso-ministerio-da-economia.html
Foi publicado no Diário Oficial da União da última terça-feira (15), que a comissão organizadora do segundo concurso Ministério da Economia já foi formada. A seleção irá ofertar 30 vagas em caráter temporário e equipe terá um prazo inicial de 90 para concluir os trâmites do concurso.

A equipe é formada por representantes da comissão especial dos ex-territórios federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima, da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia: Fabiula Costa Oliveira - membro da comissão especial (suplente) e Leonardo Aguiar Sousa - presidente substituto da comissão especial (titular).

A comissão contará também com Daniel Pires de Castro - coordenador de Provimento e Dimensionamento de Pessoas (suplente) e Rodrigo de Oliveira Alves - coordenador-geral de Desenvolvimento e Movimentação de Pessoal (titular) que são representantes da Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Movimentação de Pessoal, da Diretoria de Gestão de Pessoas, da Secretaria de Gestão Corporativa do Ministério da Economia (CGDEP/DGP/SGC).

Por fim, a equipe contará ainda com Débora Ribeiro Martins - agente administrativo (suplente) e Iris Francisca Alves de Sousa - chefe da divisão de Normas, Direitos e Deveres de Pessoal (titular), que são representantes da Coordenação-Geral de Legislação de Pessoal, da Diretoria de Gestão de Pessoas, da Secretaria de Gestão Corporativa do Ministério da Economia (CGLEJ/DGP/SGC).

De acordo com a portaria, a comissão ficará responsável pela elaboração do básico do edital e os trabalhos devem ser concluídos em 90 dias, ou seja, até dezembro. Mas, existe a possibilidade de prorrogação do prazo pelo mesmo período, com isso, o edital pode ser concluído em março de 2021.

Mas, a expectativa é de que o edital seja concluído ainda este ano, pois, a comissão organizadora do primeiro edital do Ministério da Economia foi formada em julho e o edital foi publicado apenas um mês depois. De acordo com a portaria autorizativa deste concurso, o edital deve ser publicado até o dia 8 de janeiro de 2021.

O segundo processo seletivo do Ministério da Economia foi autorizado em agosto deste ano e irá ofertar 39 vagas temporárias. Os aprovados no concurso irão desenvolver atividades especializadas referentes a Comissão Especial dos Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima (CEEXT) do Ministério da Economia. As vagas serão para atividades técnicas de complexidade intelectual, que exigem nível superior de escolaridade.

As oportunidades são nas áreas de Direito, com 37 vagas e Arquivologia, com duas vagas. Os aprovados receberão salários que podem chegar a até R$6.130,00. Porém, de acordo com a portaria, o Ministério da Economia será o responsável por definir a remuneração dos profissionais a serem contratados.

Os profissionais aprovados terão contrato com prazo de validade até o dia 1º de dezembro de 2022. Este edital com 39 vagas será o segundo a ser publicado pelo Ministério da Economia.

Para ser contrato, o candidato deve ser aprovado no processo seletivo. As contratações dependem ainda da disponibilidade orçamentária específica para este fim.

O dia da inscrição será informado no site www.concursos.com.br.  Acesse o site diariamente para não perder o prazo da inscrição.

Prepare-se com antecedência para a prova.
Solicite no formulário abaixo seu PDF com 500 Mil Questões de Concursos. Pague quando receber por R$ 30,00. Será aceito o cancelamento em até 07 dias do recebimento.
Solicite seu PDF com 500 Mil Questões de Concursos no formulário abaixo:

Concurso INSS

Salário até R$ 7.954,09

O concurso do INSS é um dos mais esperados para o ano de 2021/2022. O órgão solicitou 7.888 vagas para níveis médio e superior.

As 7.888 vagas serão distribuidas para todo Brasil.

São 3.941 vagas para o cargo de técnico de seguro social, que exige ensino médio e tem salários de R$5.344,87.

A função de analista é voltada para quem tem ensino superior nas áreas contempladas e possui iniciais de R$7.954,09.

O regime de contratação do INSS é o estatuário, ou seja, garante estabilidade, o servidor só poderá ser demitido se cometer alguma falta muito grave.

As inscrições para o concurso do INSS ainda não foram abertas. Fique atento!

Prepare-se com antecedência para a prova.
Solicite no formulário abaixo seu PDF com 500 Mil Questões de Concursos. Pague quando receber por R$ 30,00. Será aceito o cancelamento em até 07 dias do recebimento.
Solicite seu PDF com 500 Mil Questões de Concursos no formulário abaixo:

© Copyright 2014 - 2021 Concursos.com.br