DPU

Defensor público-geral critica déficit devido a falta de Concurso DPU

21/01/2021 15h39 - Atualizado em 22/01/2021 11h21

Cadastre-se seu whatsapp para acompanhar o andamento deste concurso:

Durante a cerimônia de posse do novo defensor público-geral da União, Daniel Macedo, realizada na última terça-feira (19), ele criticou o Teto de Gastos e o déficit de defensores para expansão da atuação do órgão. O novo defensor falou que a Emenda Constitucional 95 interrompeu um projeto constitucional de expansão da Defensoria Pública da União e que hoje a Defensoria cobre apenas 29% das comarcas, seções e subseções.

Segundo ele, essa balança está em desequilíbrio. A fala foi dirigida ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que esteve presente na cerimônia para assinar o termo de posse. Macedo comparou em seu discurso a situação da Defensoria Pública da União a de outros órgãos. Ele disse que o Ministério Público Federal possui orçamento próximo de R$7,5 bilhões, com mais de 1,8 mil membros, mas a Defensoria Pública da União possui orçamento de apenas R$543 milhões e possui apenas 643 defensores federais.

Macedo afirmou que a saída é uma questão matemática e defendeu que a Emenda Constitucional nº 95 seja revisada, mesmo que seja apenas para a Defensoria. Ela limitou o teto de dos gastos públicos, além de interromper o projeto de expansão da DPU. Mas, ele não falou sobre o concurso DPU para a área de apoio e nem a criação da carreira própria em seu discurso.

Em sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, ainda em 2020, após a sua indicação ser aprovada por 24 votos a dois, Macedo falou sobre a necessidade de fortalecer os quadros, mas ele não mencionou as carreiras. Mesmo sem ter sido mencionado, o concurso DPU para a área de apoio é, com certeza um dos mais aguardados, pois, as carreiras de técnico e analista já possuem 251 vacâncias.

É importante informar que o Projeto de Lei nº 7.922 de 2014 tramita na Câmara dos Deputados. Esse PL cria o quadro de pessoal próprio da DPU e depois de alguns anos parado, o texto registrou novas movimentações em 2019, como por exemplo, a aprovação do texto por parte da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). O projeto aguarda a aprovação no Plenário.

O texto inicial solicitou a criação de 2.751 cargos, sendo 1.659 de analistas, de nível médio e 1.092 de técnicos, de nível superior. Encaminhada ao Congresso Nacional em dezembro a Proposta Orçamentária Anual para este ano (PLOA 2021) mostrou em visão positiva sobre a possibilidade de realização de um novo concurso DPU.

O documento previa a criação de 1.011 vagas com vínculo com a área de apoio da Defensoria Pública da União, sendo 811 em cargos efetivos, que devem ser preenchidos por meio de concurso e 200 referentes a cargos e funções comissionadas.

A DPU depende de servidores cedidos de outros órgãos para funcionar. O presidente Jair Bolsonaro assinou uma Medida Provisória em julho do ano passado, que estendeu o prazo de permanência desses profissionais no órgão até o que seja realizado um novo concurso.

Mas, se passou mais de um ano desde a assinatura da MP e nada o novo edital não foi publicado. As questões orçamentárias são um dos principais entraves para a divulgação do documento. A DPU pretende priorizar o provimento de vagas para a carreira própria, mas isso ainda depende da aprovação do Legislativo, porém, se o concurso fosse realizado hoje, o órgão teria que preencher vagas do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE).

O dia da inscrição será informado no site www.concursos.com.br.  Acesse o site diariamente para não perder o prazo da inscrição.

Prepare-se com antecedência para a prova.
Solicite no formulário abaixo seu PDF com 500.000 Mil Questões de Concursos.
Pague quando entregar por R$ 30,00. Envio imediato pelo whatsapp.

Concurso INSS: Saiu a autorização para 1.000 vagas de nível médio

Acabou a espera! O concurso INSS está oficialmente autorizado. A portaria de autorização para realização do concurso público para o Instituto Nacional do Seguro Social foi publicada nesta segunda-feira (13/06), no Diário Oficial da União.

De acordo com o documento, estão autorizadas 1.000 vagas para o cargo de Técnico.

A portaria autorizativa foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 13/06/2022, e traz a informação de que o edital deverá ser publicado em até seis meses. Desta forma, a seleção será aberta até dezembro.

As vagas serão distribuídas para todo o Brasil.

No caso de técnico é exigido ensino médio, com inicial de R$ 5.184,78.

O regime de contratação do INSS é o estatuário, ou seja, garante estabilidade, o servidor só poderá ser demitido se cometer alguma falta grave.

É necessário ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse. Não há exigência de idade máxima.

As inscrições para o concurso do INSS ainda não foram abertas. Fique atento!

Prepare-se com antecedência para a prova.
Solicite no formulário abaixo seu PDF com 500.000 Mil Questões de Concursos.
Pague quando entregar por R$ 30,00. Envio imediato pelo whatsapp.

+de 1 milhão de Questões de Concursos em PDF - Gabaritadas

  • Material de estudo atualizado com questões de milhares de Concursos de todo o país.

  • Para facilitar sua preparação, o conteúdo está organizado por Instituição, Ano e Cargo.

  • Questões com gabarito de todos os principais concursos: INSS, Receita Federal, IBGE, Caixa, Banco do Brasil, Correios, Polícia Federal, PRF, Polícia Civil, Polícia Militar, dentre outros.

  • Além disso, o material contém as questões das provas do ENEM e OAB.

  • Acesse e baixe os arquivos de qualquer lugar pelo seu celular ou computador.

Por apenas R$49,90

Cadastre-se seu whatsapp para acompanhar o andamento deste concurso:

© Copyright 2014 - 2022 Concursos.com.br